Poderá uma revolução pacífica salvar o planeta?

Poderá uma revolução pacífica salvar o planeta?

Esta semana queremos mostrar-vos a prova de que a resposta à pergunta “poderá uma revolução pacífica salvar o planeta?” é sim!

A revolução dos cravos

Há 46 anos, neste dia, a ditadura de direita que aterrorizou os portugueses durante 48 longos anos chegava ao fim. Um momento histórico não só para o nosso país como para toda a humanidade. Esta revolução levou anos a ser preparada. Muito homens e mulheres foram torturados e mortos por quererem liberdade. Liberdade para falar, liberdade para ler e liberdade para ouvirem aquilo que queriam. O medo da brutalidade das forças policiais era constante. Contudo, contra todas as probabilidades, esta força negra foi destronada por uma revolução pacífica.

Com a ajuda de muitos militares descontentes e milhares de portugueses, o regime chegou ao fim. Apenas quatro pessoas morreram e menos de 50 ficaram feridas.

Foram distribuídos cravos pelos soldados que lutavam pela liberdade.

Uma revolução pacífica por um mundo sustentável

A revolução dos cravos aconteceu numa altura em que a informação era escassa e o social media estava longe de ser inventado. Hoje em dia temos o conhecimento e os meios para fazer a nossa própria revolução pacífica global.

As dificuldades são inegáveis, mas não são sempre?

Nunca a população mundial foi tão educada e a qualidade de vida tão alta. Mesmo durante uma pandemia global conseguimos enviar-vos este artigo, de Lisboa para as vossas mãos.

all-together-now

Porquê agora?

O nosso planeta está doente e estamos perto de um ponto sem retorno. A verdade é que sempre tratámos a natureza como uma fonte de recursos sem fim, quando não é o caso. De alguma forma desconectámo-nos. Acreditámos profundamente que a única forma de sobrevivermos era agirmos uns contra os outros enquanto abusávamos da natureza.

Agora deparamo-nos com um produto do aquecimento global e da desconsideração pela vida. Covid-19, uma pandemia global que veio para nos mostrar que os sistemas que construímos são na verdade insustentáveis.

O confinamento e a redução das emissões de gases

Para lutar contra a pandemia ficámos em casa. Tudo parou. Os animais selvagens voltaram às ruas, os rios voltaram a ficar límpidos e a emissão de gases verdes baixou imenso.

Gastámos menos e o planeta respirou fundo. Aqui podem encontrar um artigo que mostra como acidentalmente alcançámos tanto.

Encontramo-nos assim, perante um presente trágico e um futuro incerto.

Temos uma escolha a fazer

É por isto que uma revolução pacífica pode salvar o mundo. Podemos exigir que este nível de baixo consumo se torne a norma.

Temos de exigir uma economia sustentável em que o objetivo não é o lucro e o crescimento constante. O objetivo final deveria ser sempre servir as pessoas. Trabalhar com a natureza e não à sua custa.

Seria mais fácil simplificar tudo, controlar toda a gente e ver o mundo como uma máquina. Tentámos tanto quanto podíamos, mas a natureza não pode ser domada. E o dinheiro não alimenta.

Temos sentimentos contraditórios que têm de ser sentidos. Alguns dias não somos tão produtivos e não há problema nisso. Somos amor e comunidade. Prosperamos quando vivemos em união connosco próprios, com os outros e com a natureza.

Sim, a sustentabilidade pode ser economicamente viável!

Em vez de tamanha discrepância entre ricos e pobres, teríamos uma riqueza distribuída. A saúde do nosso ecossistema faria parte dos objetivos de todas as empresas.

O truque é repensarmos esses objetivos. Como menciona Jack Dangermond neste artigo o planeta tem de ser considerado um acionista imprescindível.

Felizmente muitas empresas já o começam a fazer e muitas mais estão a crescer com a sustentabilidade como espinha dorsal.

Aqui podem encontrar um artigo sobre como podem viver de forma mais sustentável.

economia-circular-dinnheiro-rico-pobre-paises

Economia sustentável e economia circular

A economia circular é um Sistema que não deixa nada ao desperdício. Tudo é reutilizado, reciclado ou upcycled. Os seus pilares são a forma como se relaciona com as pessoas e com a natureza. Existe de forma fluída e adaptável. Celebra as diferenças e prospera a partir delas.

É lenta. Significa que teremos 10 bons produtos que durarão anos, em vez de 100 produtos frágeis e pouco duradouros.

Quando falamos sobre sustentabilidade e economia circular, falamos sobre viver em união entre a natureza e a tecnologia. É a evolução no seu esplendor. Podemos pegar em todas as nossas habilidades e usá-las para salvarmos o planeta e construir um futuro melhor.

economia-circular-desenho

Todas as vidas importam

Quando o foco é viver em paz, tudo muda. Não podemos mais fingir que somos seres separados. Não podemos ver pessoas superiores ou inferiores. Não sentiremos a necessidade de julgar os outros para que as nossas ações sejam justificadas. Pela simples razão de que se queremos viver em paz, perceberemos em breve que não há espaço para a discriminação.

A vida é difícil e complicada. As pessoas são difíceis e complicadas. Viver em paz com todos não é fácil. Mas é possível. E é a nossa única hipótese de sobrevivência.

Os animais não são inferiores. As plantas são mais do que decoração. São todos parte de nós, e precisamos deles mais do que eles precisam de nós.

Lembram-se daquelas férias em que a principal preocupação era passar tempo com as pessoas de quem gostam e desfrutar do horizonte azul? Lembram-se o quão bem vos fez sentir? Não tem de o sentir apenas uma vez por ano. Viver em paz e alegria é algo que podemos alcançar todos os dias. Só temos de mudar a nossa perspetiva e rendermo-nos ao amor.

ovelhas-mulher-todas-as-vidas-importam

All together now!

Não podemos falar de sentimentos tão profundos sem falarmos de música. Os Beatles criaram sem dúvida algumas das melhores canções para uma revolução pacífica!

Se trabalharmos juntos e nos respeitarmos uns aos outros e tivermos empatia por aqueles que têm mais dificuldades. Se formos pacientes, conseguiremos derrotar o Covid-19.

all-together-now

Podemos dar a nós próprios e ao nosso planeta uma segunda oportunidade. Se nos permitirmos amar a nós próprios e toda a vida à nossa volta. Esse lugar vulnerável que exige tanta bravura para alcançar. Podemos transformar o oásis numa realidade.

Tenham um dia incrível,

NAE

Did you like this blog post? Share it on your favorite social network and don't forget to follow us.

NAE Vegan Shoes

Related Posts

Descubra os 5 R’s da sustentabilidade

Descubra os 5 R’s da sustentabilidade

Como saber se uma marca é sustentável, ética e vegan?

Como saber se uma marca é sustentável, ética e vegan?

4 organizações que estão a mudar o mundo

4 organizações que estão a mudar o mundo

5 razões para mudar para barras de shampoo

5 razões para mudar para barras de shampoo

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Idioma

Artigos recentes

Comentários recentes

    Subscreva a nossa newsletter